Domínio e hospedagem - como um site funciona?

Ligado .

Neste primeiro artigo de 2016 quero explicar um pouquinho, sem linguagens técnicas, como as coisas funcionam nas fundações de um site. Apenas o básico para saber melhor como começar, como fazer uma mudança. Informação é poder!

Basicamente dá para dividir a construção de um site em duas coisas: hospedagem e domínio. Elas trabalham juntas e dependem uma da outra, porém há uma diferença bem clara no papel de cada uma.

Hospedagem são os arquivos e programas do seu site. São as fotos, os arquivos de texto, as contas de e-mails - tudo que o site precisa para funcionar. Um site fica dentro de uma pasta, de forma bem parecida com arquivos de um computador comum - isso para pequenos sites, pois os gigantes ficam em nuvem com vários servidores.

Para que tudo isso apareça na tela do computador, precisamos acessar esse servidor com um endereço IP - como por exemplo se você acessar 189.55.196.108 e der enter no navegador, vai abrir um site bem conhecido.

O domínio é o endereço do site. É o que aparece na barra de endereços e o que vem depois do "@" em endereços de e-mail. Um site precisa ter ao menos um domínio - mas pode ter vários. O dominio precisa ser registrado em nome de uma pessoa (física ou jurídica) e configurado para apontar para o servidor aonde precisa ir.

E como tudo isso funciona, afinal?

O que seu navegador faz quando você manda ele ir em 189.55.196.108 é (resumidamente) ir até o servidor que este monte de números fica e mostra uma resposta. Mas fica complicado decorar todos esses números, mesmo pra quem gosta de decorar. Fora isso, não tem nada que relacione o nome da empresa com o site - apelo comercial nem se fala. Então para isso foi inventado o domínio!

O registro de domínio faz basicamente uma ligação de um nome com o IP, tornando a comunicação de pessoas mais fácil sem deixar de lado a precisão numérica que os computadores trabalham melhor.

Eu costumo fazer a seguinte comparação: pense em um hotel. A hospedagem é como se fosse essa estrutura física: portaria, apartamentos, elevadores, ligação elétrica, água, etc. Tudo o que é necessário para um prédio funcionar.

E como encontramos este hotel? Pelo endereço, claro. O endereço do hotel (por exemplo,  Av. das Nações Unidas, 12901, São Paulo) é tudo que uma pessoa precisa para encontra-lo, e não e tão difícil decorar.

Pois bem, o endereço está para o domínio como o hotel está para a hospedagem!

Porém a comparação termina aí, já que um mesmo site pode ter muitos, infinitos domínios e isso é bem comum. Por exemplo facebook.com, facebook.com.br, fb.com (aposto que você não conhecia esse último :P) vão todos para a mesma estrutura.

Mas não dá para fazer tudo junto? Achei confuso, prefiro fazer tudo de uma vez só.

Dá sim. Nas empresas de hospedagem mais conhecidas é possível configurar tudo junto, geralmente começando pelo domínio já que, antes de mais nada, você precisa de algo que não tenha sido registrado ainda. Com isso, a empresa passa a ser o provedor de serviços responsável pelo registro e manutenção do seu domínio.

Quando uma empresa é o provedor de serviços, ela cria uma espécie de trava no registro do domínio para que ele fique amarrado à sua hospedagem de forma que a empresa que você contratou tenha controle completo. Dá para reverter e não é um processo longo, porém é preciso conhecer um pouco mais sobre o que é esse controle, pois se um dia você decidir mudar de hospedagem, vai ter dificuldades!

Claro que, se você não quer se preocupar com isso e prefere deixar tudo nas mãos da empresa, é opção sua! As facilidades que as empresas criam são parte da grande mudança que permitiu qualquer pessoa ter um site de maneira rápida, barata ou mesmo de graça!

Só que eu sempre recomendo a qualquer pessoa registrar o domínio primeiro, sem a hospedagem junto. Pode parecer desnecessário mas fazendo desta forma dá pra entender melhor como a coisa funciona e que você tem liberdade para fazer as mudanças que quiser no seu site. Não podemos deixar que as facilidades da tecnologia nos tornem escravos dela, certo?

Muitos pontos eu deixei de explicar mais a fundo, para o artigo não ficar muito grande! Quis passar uma ideia básica do funcionamento essencial de um site - desde o blog a um e-commerce ou um portal gigante, no cerne de tudo estão essas duas tecnologias que trabalham juntas, mas são independentes.

Gostou dessas informações? Compartilhe aí embaixo!

Precisa de ajuda com seu domínio e hospedagem? Entre em contato!